Saber dizer Não


Olá virtuosas, 

Boa Tarde!

Hoje depois de 5 meses estou aqui fazendo a minha primeira postagem, lembro que a minha última  postagem foi sobre trabalho e a primeira também tem relação. 
Eu sou uma pessoa que sempre dou o sangue ao trabalho quando entro em um, pois sou muito perfeccionista e isso faz de mim uma boa profissional. 
Só que neste último emprego cometi um grande erro, acabei dando a vida pela empresa e esqueci da minha, não soube usar uma palavra composta por três letras "NÂO" e com isso foi acumulando função em cima de função, em uma pessoa tão pequenininha, mas que conseguia carregar ou achava, o mundo sobre suas costas. E por causa desta simples palavra ela foi esquecendo do que é mais importante para a vida dela (o blog, a família, os estudos), tudo por causa de um trabalho. 
Não queria voltar falando sobre esse assunto chato e dando esse desabafo, mas vocês também são minha família e também pode ter passado por isso. 
Vou contar uma história abaixo com uma simulação do que mais ou menos eu passei, e se você já passou por isso deixe um comentário e fale como se saiu desta situação.

Simulação: 

A 11 meses atrás uma menina estava procurando emprego, poderia ser qualquer um sendo justo não importava o preço do salário, pois ela sabia que com o seu profissionalismo conseguiria crescer dentro de qualquer empresa. Então certo dia ela fez uma entrevista e entrou em uma empresa de Terceirizadão de Serviços. 
Nesta empresa ela tinha rebaixado o seu salário quase 3 vezes a mais, mas pra ela não importava, pois estava começando uma nova vida, tinha acabado de sair de um divórcio conturbado e tinha conhecido uma pessoa nova, então estava sendo tudo novo, amor novo, casa nova e emprego novo... Tudo estava sendo como um lindo conto de fadas... 
No 1º mês de trabalho tinha conhecido pessoas maravilhosas, se dava super bem com a sua supervisora e estava tudo ótimo, até um dia sua supervisora pedir para falsificar um documento. Agora vocês perguntam como assim falsificar? Isso mesmo que você acabou de ler, ela pediu para que tirasse cópia de um documento com a assinatura dela colar onde queria que fosse assinado e tirar cópia de novo, para parecer assinado tudo isso para que um cliente pudesse pagar a empresa. 
No inicio queria negar, mas só tinha 1 mês de empresa, mas fiquei com o pé atrás não consegui dormir direito porque isso infringia meu caráter, dai conversei com o meu namorado e falei que iria sair da empresa porque se fez isso uma vez não era correto. 
Como tinha entrado para cobrir a licença maternidade de uma menina (que acabou se tornando a minha Best friend) acabei decidindo ficar, mas contem a minha insatisfação para com a empresa e a mesma aumentou o meu salario. 
Assim o tempo foi se passando e a dona da empresa foi se mostrando, meninas nunca conheci uma pessoa tão estranha, ela pode até não ter o coração ruim, mas ela não sabe falar com as pessoas, ela maltrata até acabar com o seu psicológico. Até então isso não tinha acontecido comigo. O tempo passou e em 7 meses dentro da empresa me tornei coordenadora administrativa, estava coordenando toda a empresa e daí comecei a ver todos os podres que acontecia e isso ficou guardado dentro de mim e me corroendo. 
Claro toda empresa tem podre, mas esta era demais, até quando eu tinha mais ou menos noção que existia e não pediam para eu fazer tudo bem, até que me colocaram de paraquedas para ser coordenadora do local (hoje que fui entender que cai de trouxa no lugar), vou contar só uma das coisas que acontece: Nenhum dos funcionários preenchem cartão de ponto, mas a dona da empresa exige que você assine o cartão de ponto em branco sabe porque? Porque se um dia você processar a empresa ela poder inventar horários que você chegava atrasado ou saia mais cedo, para que o funcionário perdesse a causa e o coitado perdia. E isso é uma das coisas menos grave. 
Certo dia já passado 11 meses de tanta coisa errada (e gente vocês devem estar se perguntando, porque não saiu da empresa? Dai eu respondo, tentei 3 vezes, porém as 3 tentativas imploraram para eu não sair) me pediram para falsificar outro documento, dessa vez eu não aguentei, vendo aquilo e outras coisas mais e não tolerando, pois sou muito justa contei para o meu noivo e o mesmo me aconselhou a sair. Quando foi no outro dia fui até a diretoria e falei com a dona da empresa que queria sair, ela me perguntou o motivo, falei todos inclusive da falsificação, quando falei essa palavra FALSIFICAÇÃO, essa mulher virou o monstro, acho que a vontade dela era de me agredir ali naquele momento, ela gritava, batia na mesa, bateu a cadeira no chão e eu só ouvia calada, e dai ela falou que eu era uma pessoa incompetente e incapaz e que tudo que eu fazia nada era profissional tudo era errado. Nossa isso pra mim foi a gota d'agua, sou incapaz e incompetente sabe porque? Porque eu não aceito falsificar cartão de ponto ou outras documentações eu sou errada. 
Então sai da empresa, quando sai parecia que tinha tirado um mundo em cima das minhas costas. 
Então meninas foi mais ou menos assim a minha história nesta empresa, só que uma coisa eu te digo Até um pé na bunda faz você andar para frente e toda essa discussão e palavras que ela falou pra mim neste dia fez com que eu fizesse uma reflexão de mim mesma. 
Percebi que em todas as empresas que eu trabalhei desde os meus 14 anos eu sai das mesmas com portas abertas, ou seja, nesses 10 anos (porque em 11 meses ocorreu isso) nunca passei por uma situação como essa, nunca tive inimigos e sempre fiz bons amigos e sempre levei bons conhecimentos comigo. Então coloquei na balança, porque o que ela falou mexeu muito comigo, e vi que eu sou uma ótima profissional, claro tenho meus erros assim como todo mundo, mas fui melhorando a cada mudança de emprego e a cada dia, trabalho para aperfeiçoa-los. Pude perceber também nesta auto análise que para as pessoas eu sempre dou o sangue, mas quando é para mim eu estaciono, eu sou indecisa, será porque isso? Com vocês também acontece isso?
Eu tenho um sério problema que é não saber o que eu quero focar na vida, já trabalhei de várias coisas tentando me descobrir e vi que de tudo que eu já fiz o que eu mais gostei foi de ensinar e a maioria das pessoas no meio de várias pessoas vem pedir ajuda pra mim, por causa da facilidade que tenho de ensinar, então pensei, poxa Sabrina você já começou e tem uma ótima ferramentas nas mãos, você tem quase 4 mil pessoas te seguindo no youtube, então pensei nunca dei o sangue para o youtube e para o blog, fazia por hobby e foi um coisa que parece que acabou dando certo e que precisa somente de foco e pertinência, ou seja, realmente dar o sangue. 
E o que essa mulher falou pra mim fez eu refletir isso e vi que eu tenho que dar valor naquilo que sou valorizada. E meninas este post foi somente de desabafo, estou terminando de montar o ateliê, estudando muito para poder voltar com tudo e dessa vez não vou deixar vocês de lado, pois isto foi motivação para mim. 
Porque como dizem nós só aprendemos depois que quebramos a cara, e aprendi nesta mais nova lição de vida que temos que aprender a dizer não e que mesmo que uma pessoa te disser coisas horríveis não significa nada disso e que um belo pé na bunda faz você ir longe. 

assinatura blog photo Assinaturablog_zps14377703.pngE vocês virtuosas já passaram por essa situação alguma vez?
Se sim comentem abaixo. 

Abraços e até o próximo post que irá demorar um pouquinho, pois estou planejando e programando tudo bem legal para vocês. 





0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário ele é muito importante para mim..
Responderei assim que puder...

E não esqueça de deixar o seu link do seu cantinho para que eu visite também hein!!

Muito obrigada!!!

Volte sempre...

Beijos

Translate

Arquivo Blog

Virtuosas (os) que passaram por aqui...

Online

Virtuosa Artesanato Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados